O trabalho continua - Semana nacional da vida 2018

E-mail Imprimir PDF

Família de todo Brasil celebraram na última semana a Semana Nacional da Família e agora são convocadas a celebrar a Semana Nacional da Vida e dia do Nascituro.

No último final de semana a maioria das (arqui)dioceses, paróquias e comunidades do Brasil encerrou a já tradicional Semana Nacional da Família. Com a Semana Nacional da Família, a Igreja no Brasil uma vez mais, fez salientar a importância da família, que, talvez mais que outras instituições, tem sido colocada em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura. Por isso, é fundamental um olhar atento dirigido à família, patrimônio da humanidade.

O contexto atual exige da nossa ação evangelizadora um profundo ardor missionário para ajudar as famílias à não perderem de vista a sua missão primordial de ser a primeira escola das virtudes sociais de que as sociedades têm necessidade. A família participa decisivamente no desenvolvimento da sociedade. É o lugar privilegiado para forjar no coração do homem os valores perenes, sejam eles espirituais ou civis.

Com esta certeza a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), organismo vinculado a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, convida toda Igreja para mais uma vez refletir e aprofundar na defesa e valorização da Vida, desde a sua concepção até o seu declínio natural, durante a Semana Nacional da Vida 2018 que será celebrada de 1 a 7 de outubro, e o Dia do Nascituro, no dia 8 de outubro.

A Semana Nacional da Vida é oportunidade de as famílias cristãs no Brasil mostrarem que a vida realmente é o dom mais precioso recebido de Deus. Para tal, a CNPF lançou a 8ª edição do subsidio Hora da Vida.

O propósito do Hora da vida é ser o instrumento de estudo, reflexão e oração para despertar nas pessoas a beleza e a grandeza deste dom concedido por Deus, que é a vida, proporcionando momentos de conscientização e mobilização de toda a comunidade, Pastoral Familiar, e demais pastorais, a Igreja e a sociedade a defender a vida, cultivá-la. O objetivo é abrir as portas para nos ensinar a viver com sabedoria. Devemos estar em união com a vida de Cristo. Precisamos nos unir, convocar nossa família, amigos, vizinhos e conhecidos para enfeitar o ambiente tornando-o mais alegre e acolhedor para celebrarmos a vida.

A exortação apostólica Amoris Laetitia, publicada pelo Papa Francisco em abril de 2016, é a grande fonte de inspiração das páginas do subsídio, e de acordo com o bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF) da CNBB, dom João Bosco, "Uma família bem constituída é, por si só, um espaço e uma escola de defesa da vida. A Amoris Laetitia, que abriu o baú de tesouros da família e iluminou até os recantos mais desafiadores com farta luz do Evangelho. Devemos incentivar todo o respeito pela vida desde a concepção até o seu fim natural. Vida é Dom de Deus e a Ele pertence, direito humano que não pode ser negociado".

O Hora da Vida 2018 traz, além dos sete encontros programados, uma celebração especial para o dia do Nascituro, comemorado no dia 8 de outubro. "Preparamos os encontros de forma a ajudar aos que usarão esse subsídio a refletirem na Semana da Vida e no Dia do Nascituro sobre o acolher uma nova vida, passando também pela reflexão a respeito da adoção, dos jovens dentro do lar, bem como da presença do idoso na família, que é sempre uma oportunidade de amadurecimento", acrescentou padre Jorge Alves Filho.

O que fazer de especial na Semana Nacional da Vida?

Contamos com a criatividade das comunidades. Contudo, indicamos algumas sugestões: as escolas poderão trabalhar sobre a realidade e os valores da vida e da família. As comunidades poderiam, além de intensificar a oração pela vida e famílias, promover estudos e palestras sobre os valores da vida humana ou outros temas de interesse em escolas, universidades e comunidades em geral, podem ser produzidos e sugeridos programas que enalteçam a vida ao meios do comunicação. Importante também seria apresentar testemunhos de casais, de famílias, jovens e religiosos/as. Celebração eucarística, mobilizações urbanas, vigília pela vida nas comunidades; adoração ao Santíssimo em prol dos nascituros; procissão luminosa, marcha pela vida, peça teatral com o tema: "A fecundidade do amor na Família"; missa de encerramento em ação de graças pelas famílias e pelos nascituros

O subsídio Hora da Vida já se encontra disponível na loja virtual da CNPF, no endereço www.lojacnpf.org.br. Também é possível adquirir pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , pelo telefone (61) 3443-2900 ou procurando o casal coordenador paroquial (arqui)diocesano ou regional da Pastoral Familiar na sua comunidade.

Revista Digital

<div id="opt_1"></div>

Banner