Documentário destaca a importância dos primeiro anos de vida

E-mail Imprimir PDF

banner_4Diversas fundações preocupadas em reconhecer as potencialidades e necessidades das crianças em seus primeiros anos de desenvolvimento, lançaram na semana do dia das mães, o documentário 'O Começo da Vida'. O filme produzido por Maria Farinha Filmes e dirigido pela cineasta Estela Renner, foi exibido em 21 municípios do país no período de 5 a 8 de maio. Após essa data, serão abertas sessões por meio de uma plataforma online.

Produzido em parcedria com as fundações Maria Cecília Souto Vidigal, Bernard Van Leer Foundation, Instituto Alana, e pelo UNICEF, o documentário tem a inteção de mobilizar uma discussão sobre aspectos que interferem na vida de todas as pessoas. Segundo a diretora do filme, Estela Renner a produção passou por nove países entrevistando famílias, personalidades e especialistas para poder mostrar a importância do cuidado desde o início da vida de cada pessoa. "Eu gostaria muito que esse filme fosse uma ferramenta de empatia e cultura de paz", revelou Estela.

De acordo com o diretor-presidente da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Eduardo C. Queiroz o objetivo do documentário é possibilitar a criação de um movimento em prol da primeira infância. "Queremos criar um movimento em prol da Primeira Infância (período que vai da gestação aos seis anos), pois a Ciência nos traz evidências de que o pleno desenvolvimento no começo da vida é essencial para a construção de uma sociedade mais justa", afirma.

O documentário 'O começo da Vida' foi filmado em mais de oito países, entre eles Brasil, EUA, Canadá, Itália, China, Argentina, Índia e Quênia. Foram mais de 170 entrevistas e uma média de 400 horas de filmagem. A produção é dublada e legendada em inglês, português, espanhol, francês, alemão e chinês.

Assista o trailer do filme: https://youtu.be/K93pR1z9jz0

CNPF com informações do A12.

Revista Digital

<div id="opt_1"></div>