Casais membros da Pastoral Familiar testemunham o amor e a força da família

E-mail Imprimir PDF

Refletindo o tema ‘Família e Misericórdia: se encontram no coração da Mãe’, milhares de agentes da Pastoral Familiar e leigos se reuniram em Aparecida para o 6º Simpósio e 8ª Peregrinação Nacional das Famílias.
O evento que reúne famílias de várias partes do Brasil é organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB (CEPVF) e Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF).
No último domingo (22), Solenidade da Santíssima Trindade, as principais missas no Santuário Nacional foram dedicadas às famílias.

Aparecida Dotim e Deacir Dotim Aparecida Dotim e Deacir Dotim de Joaçaba (SC)

O casal de Coordenadores diocesanos da Pastoral Familiar de Joaçaba (SC), Aparecida Dotim e Deacir Dotim acreditam o trabalho da Pastoral Familiar auxiliar no crescimento do casal e da família.
“A Pastoral Familiar oportuniza o crescimento do casal e da família. Eu sempre desafio os casais com os quais convivemos para que venham para Igreja e participem de alguma pastoral, pois o crescimento é notório na nossa vida, na nossa família. Ninguém consegue dar aquilo que não tem. Na Pastoral a gente consegue se capacitar, ter um testemunho mais forte para evangelizar outras famílias. Você não consegue viver uma mentira por muitos anos e a Pastoral Familiar favorece essa verdade, essa busca por um matrimonio mais santo, uma família alicerçada dentro dos fundamentos da Igreja”, afirmou Aparecida.
Junto da esposa e do filho, Deacir Dotim afirma que continuará seus trabalhos e dedicação a Pastoral Familiar.

“Nós nos encantamos pela Pastoral Familiar e já participamos há alguns anos. É a família que evangeliza outras famílias e nos leva a ter forças para continuar e tornar o mundo um pouco melhor”, concluiu.
Por todos os corredores do Santuário Nacional era possível notar agentes de pastoral e casais que vieram para participar da Peregrinação Nacional das Famílias.
Aguardando a Santa Missa, Cátia Estolfe e seu esposo Luiz Estolfe, membros da Pastoral Familiar da cidade Joinville (SC), destacaram que a importância da participação das famílias na Igreja para fortalecer os laços afetivos e educar os filhos.

Cátia e Luiz Estolfe, membros da Pastoral Familiar da cidade Joinville (SC).

“Através da fé é possível as famílias vivenciarem o amor. A Pastoral Familiar tem esse objetivo de trabalhar com as famílias, tanto os jovens casais para que abracem a família com mais maturidade, e que os casamentos sejam mais fecundos”, afirmou Cátia.
Para Luiz Estolfe é primordial acolher as famílias feridas e integrá-las. “Essa parceria com os movimentos e pastorais vem somar para que as famílias possam ter uma formação, uma base sólida, com valores morais, éticos e religiosos. (...) A Pastoral Familiar quer acompanhar as famílias, acolher e integrar principalmente aqueles que estão feridos”, ressaltou.
O bispo de Osasco (SP) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família, Dom João Bosco Barbosa de Sousa, ofm, avaliou o Simpósio e a Peregrinação Nacional das Famílias 2016.
“A primeira impressão da peregrinação é muito positiva, pela grande participação, e pela temática ainda inflamada pela reflexão proposta pelo Papa Francisco na Exortação Apostólica ‘A Alegria do Amor’, fazendo com que a gente se encontre com mais conteúdo, trabalhe com mais ânimo e tenhamos esperança de que a Pastoral Familiar tome um rosto pastoral muito forte”.

O bispo pediu que todos os casais possam ler e refletir sobre a Exortação Apostólica do Papa Francisco sobre ‘A alegria do amor’.
“Neste momento a grande indicação da Pastoral é que as famílias, os casais leiam o texto da exortação, que é um texto feito pelo Papa Francisco com uma clareza, uma facilidade de leitura muito grande. Aconselho aos casais que leiam parte por parte este documento. O capítulo quatro é o capítulo central, aquele que se descreve o amor familiar, mas todos os nove capítulos são de uma riquezaimensa”, afirmou.
Dom João Bosco Barbosa de Sousa agradeceu a acolhida em Aparecida e pediu a intercessão de Nossa Senhora Aparecida para todas as famílias. “Pelo ano de trabalho da nossa comissão e o renovado esforço para trabalharmos juntos no sentido de crescer ainda mais no nosso amor pela família, agora incentivados pela palavra do Papa Francisco para que cuidemos do amor familiar. É esse o meu pedido a Deus e a Maria”, concluiu.

Fonte: A12.com

Revista Digital

<div id="opt_1"></div>

Semana Nacional da Vida - 2017

Banner